Objetivo Principal

O objetivo deste blog é construir e compartilhar experiências em Educação Musical para crianças. A ideia principal é estabelecer um repertório de músicas escritas especialmente para crianças, seus autores e os meios materiais de sua origem.



segunda-feira, 4 de abril de 2016

MARGARETH DAREZZO

          No ano passado, fui apresentada ao livro "Canteiro" de Margareth Darezzo. Uma professora da escola em que trabalho e mãe de uma menina me emprestou dizendo: "A Beatriz adora! Leve para você conhecer!". 



          O livro "Canteiro" já impressiona pela apresentação. É grande e colorido. A arquiteta Roberta Asse foi responsável pelo projeto de arquitetura de papel e ilustração do livro, o que o torna diferente, rico em imagens e interativo. 
         Então você começa a ouvir as músicas. E vai se encantando! É tudo muito bonito, bem arranjado, letras com poesia, que falam do mundo e da criança. São 15 músicas no total: "Vida de Bicho", "Os Ovos da Galinha", "Canteiro", "Charmoso", "Quem tem medo?", "Diferenças", "Coração de Ouro", "Maria Teimosa", "Crescer", "Chuva", "Meios de Transporte", "Cor da Água", "O Mundo de Herança", "Jeito Diferente" e "Livro". A música "Cor da Água" tem a participação do nosso querido músico Dominguinhos, tocando acordeom e cantando.




          Margareth Darezzo, nasceu em São Carlos, SP. Estudou piano e musicalização infantil com Josette Feres. Publicitária, formada pela PUCCAMP, Margareth nunca abandonou a música. Trabalhou em escolas de ensino regular, fez mestrado em Educação Especial, especializou-se em Psicologia Infantil, ministra aulas de música para mães e bebês  e cursos para profissionais da educação. A partir de seu trabalho como professora, começou a compor canções e hoje tem um repertório de mais de 80 músicas. 
        Em 2007, com arranjos e direção musical de Pichu Borrelli, seu marido, músico e compositor, foi gravado o CD "Canteiro". Em seguida vieram o CD "Canteiro Florescer" e os livros "Canteiro - Músicas para Brincar" e "Quem Vem Lá?". 
           O livro "Canteiro" foi publicado em 2011 pela editora Ática e é voltado para crianças a partir dos três anos. 





          O livro "Quem Vem Lá? - Música e Brincadeira para o Bebê" foi lançado em 2015. Dedicado à crianças menores de três anos, o livro traz canções relacionadas com o dia-a-dia dos bebês: acordar, trocar a fralda, tomar banho, descobrir e brincar. As cantigas são muito propícias para momentos de acolhimento e interação da criança com a mãe, pai ou cuidador. O livro traz orientações para os adultos responsáveis e muitas sugestões de atividades interessantes, voltadas à esse público tão especial. As músicas são delicadas, alegres, utilizam gestos e sons corporais e sugerem um contato carinhoso com as crianças. São 12 músicas: "Bom Dia e Boa Noite", "Quem vem lá?", "Pe Pe Peixe", "Troca a fralda!", "Fotografia", "Cavalo Pampa", "Lá vem o Bombeiro", "Massagem é bom!", "Aperta a campainha", "Mixirica", "Banho do Neném" e "Carrossel".
          Foi um grande prazer conhecer estes dois livros. Já estou trabalhando com eles e as crianças estão adorando!
          Margareth Darezzo tem um site: http://www.margarethdarezzo.com.br/
          Além disso, no site aticascipione: 
http://sites.aticascipione.com.br/canteiro/pdf/orientacao.pdf
você encontra um suplemento, escrito pela autora, com orientações e atividades para trabalhar em sala de aula, relacionados à cada música do livro "Canteiro"
          Vale a pena conferir!


domingo, 22 de fevereiro de 2015

VILA SÉSAMO

Em alguma destas tardes de férias, em frente à televisão, tive a oportunidade de assistir o novo programa "Vila Sésamo", na TV Cultura. A primeira coisa que me chamou atenção foi a canção "Patinho de Borracha", uma marchinha muito animada e com a letra bem interessante. Com cenário muito colorido, Garibaldo amarelo e novos personagens, o programa ainda guarda muitas semelhanças com a primeira versão, aquela que fez parte da minha infância, no início dos anos 70.
Que saudades! Como eram bons aqueles programas! Então, graças à internet, fui rever os quadros, as músicas e personagens tão queridos.
"Todo dia é dia, toda hora é hora, de saber que este mundo é seu!" era o tema de abertura. Outra música muito bacana era "Tô com raiva". Lembro-me bem de "Abecedário" e "MahnaMahna".



                                         

Comecei minha pesquisa e descobri que a trilha sonora foi composta por Marcos e Paulo Sérgio Valle. A música de abertura contou com a parceria de Nelson Motta e chegou a ganhar um prêmio de melhor música feita para uma adaptação do Sesame Street.
Os compositores foram muito felizes na construção das músicas, que trazem temas muito importantes para o universo infantil. As 14 músicas que compõe o CD são:

1- Abecedário.
2 - Querer é Poder.
3 - Gugu.
4 - Os Bichos.
5 - Diferenças.
6 - Classificação.
7 - Alegrias da Vida.
8 - Funga Funga.
9 - Partes do Corpo.
10 - Adição - Subtração.
11 - Imaginação.
12 - Garibaldo.
13 - Pequenos Erros.
14 - Vila Sésamo.




Boa parte destas músicas foram interpretadas pelo Trio Soneca, que era formado por Marcos Valle, João Mello e Suzana Machado. As faixas foram gravadas no estúdio Aquarius, no Rio de Janeiro, em 1974.
Seguindo a proposta do programa, as músicas trazem noções educativas para as crianças de modo divertido e com bom humor. Os temas falam de higiene, cuidado com animais, matemática, comportamento, letras, família e outros.
Quem acompanhava o programa na TV aprendia com graça conhecimentos básicos, enquanto que, quem produzia Vila Sésamo, estava fazendo uma revolução na maneira pela qual se fazia programas infantis. Com ajuda de pesquisadores, pedagogos, psicólogos e bonecos, Vila Sésamo tornou-se um grande sucesso na época. Essa experiência marcou profundamente as produções educativas infantis da TV Cultura, influenciando diversos programas que viriam mais tarde.
No final de 2008, Vila Sésamo ganhou uma nova versão e passou a ser exibido pela TV Cultura, em parceria com a Sesame Workshop. A trilha sonora desta ficou sob responsabilidade de Arthur Nestrovski, autor da letra e música das canções, algumas em parceria com Marcelo Jeneci e André Mehmari. Algumas músicas desta nova fase são:

- Barulhinho Ruim - interpretada por Badi Assad.
- Só eu sou eu - por Zeca Baleiro.
- Gergelim Gergelim - por Vanessa da Mata.
- Canção do Rei - por Celso Sim e Fernando Gomes.
- Colorido - por Rubi.
- Canção do Garibaldo - por André Abujamra.
- Maioral - por Eduardo Dussek.
- Pé Direito, Pé Esquerdo - por Marcelo Pretto e Rubi.
- Rock da Bel - por Magda Crudelli.



Espero que vocês também gostem!




domingo, 25 de janeiro de 2015

BOLA DE MEIA, BOLA DE GUDE

Gostei demais deste vídeo! Trabalho realizado por Airton Silva.




Para conhecer mais sobre Ivan Cruz e sua série "Brincadeiras de Criança" visite o endereço:

http://www.brincadeirasdecrianca.com.br/biografia.htm


MILTON NASCIMENTO


Este ano vou assumir as aulas de música do 1° ao 5° ano em uma escola de minha cidade. Gostaria de me apresentar às crianças cantando uma música. Uma música que falasse da arte, do prazer de cantar, de tocar um instrumento. Uma música que tivesse uma letra bonita e fácil de entender, que pudesse ser ponto de partida para uma roda de conversa sobre o assunto. 
Foi assim que escolhi "Nos Bailes da Vida" de Milton Nascimento e Fernando Brant. Não sei se fiz a melhor escolha, mas, de uma música a outra, decidi montar um projeto para apresentar outras músicas do Milton para as crianças e desenvolver diferentes atividades: canto, ritmo, flauta doce, desenho, brincadeiras, pesquisa e expressão corporal. 
A música "Circo Marimbondo" tem um jogo interessante de pergunta e resposta. Pensei em trabalhar a célula rítmica "duas colcheias e uma semínima" no início de cada frase também. 
Outra música seria "Maria, Maria". Linda para cantar e fazer um pequeno solo de flauta doce.
As músicas "Maria Solidária" e "Bola de Meia, Bola de Gude" falam de brincadeiras do tempo que eu era criança, fala de bons sentimentos e tem um ritmo animado. Quem sabe não podemos dançar e fazer um trabalho de pesquisa sobre brincadeiras de rua que divertiram os pais dos alunos e que podem ser resgatadas por eles?
E dessas brincadeiras podem surgir diferentes cantigas de roda, brincadeiras cantadas e parlendas. 
Foram muitas ideias que surgiram. E, qual não foi minha surpresa ao descobrir que o tema do filme "O Menino Maluquinho" tinha a mão, a voz, a participação de Milton Nascimento? Que graça!





sábado, 29 de novembro de 2014

MENSAGEM PARA NOSSOS FILHOS

Olá,

Recebi uma mensagem de André Pádua e Tiago Saad, que participaram do projeto "Jacarelvis e Amigos" (já divulgado neste blog), me apresentando este vídeo que acabaram de lançar.
Eu assisti e gostei. Aproveito para divulgá-lo! Espero que vocês também gostem!




terça-feira, 18 de novembro de 2014

UMA VISITA NOS ESTÚDIOS TEMPO DE BRINCAR

Já falei sobre a dupla "Tempo de Brincar", formada por Valter Silva e Elaine Buzato. Gosto muito do trabalho deles!
Se vocês visitarem o site http://www.tempodebrincar.com.br/, poderão baixar o CD "Coletânea" e as partituras das músicas do CD. Material muito legal! Vale a pena!
"Ciranda dos teus olhos", "Crenças e Mitos", "Pererê", "Um fandango pro Saci", "Tempo Menino", "O Trem" e "O que é, o que é" são minhas preferidas. São músicas lindas, brincalhonas, que fazem a gente feliz!




terça-feira, 11 de novembro de 2014

SÍTIO DO PICAPAU AMARELO






Já estamos quase no final de 2014. Época de ensaios para as festas de encerramento das escolas. Como sempre, na nossa escolinha, buscamos um tema de interesse das crianças. Durante todo o ano letivo vários projetos foram feitos, vários assuntos foram abordados, o que chamou mais a atenção das crianças? Que tema poderia ser tão rico e envolver todos os pequenos, do maternal ao grupo 3, para nosso teatro?
Este ano escolhemos "O Sítio do Picapau Amarelo". 

O primeiro livro de Monteiro Lobato que fala do Sítio é "A Menina do Narizinho Arrebitado", escrito em 1920. Desde então foram muitas histórias e personagens que ficaram famosos e encantaram as crianças por muitas gerações.

Em 1952 foi exibida a primeira adaptação da obra de Monteiro Lobato para a televisão. Criado por Júlio Gouveia e Tatiana Belinky o programa ficou no ar por 10 anos na TV Tupi.
No entanto, a adaptação mais conhecida estreou em 1977, na Rede Globo.
Tornou-se um dos marcos da teledramaturgia brasileira e foi exibida até 1986. Em 2001 uma nova série foi produzida e exibida pela Rede Globo, contando com mais de 500 episódios. Em 2010 foi anunciada a produção de uma série animada, com direção de Humberto Avelar e criação dos personagens feita por Bruno Okada.

Mas eu queria mesmo era falar da trilha sonora da série...
O álbum de 1977 reuniu grandes nomes da MPB, compositores e intérpretes. Com lindas melodias, arranjos bem elaborados, ritmos variados, que nos fazem ir das cantigas de ninar ao samba.


Produzido por Guto Graça Mello e Dori Caymmi e lançado pela Som Livre as músicas eram:

- Narizinho - Ivan Lins e Vitor Martins;
- Ploquet Pluft Nhoque (Jaboticaba) - Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro;
- Saci - Guto Graça Mello (esta música, instrumental a princípio, ganhou letra de Carlinhos Brown na gravação de 2001);
- Peixe - Caetano Veloso;
- Visconde de Sabugosa - João Bosco e Aldir Blanc;
- Dona Benta - Ivan Lins e Vitor Martins;
- Sítio do Picapau Amarelo - Gilberto Gil;
- Pedrinho - Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro;
- Arraial dos Tucanos - Geraldo Azevedo e Carlos Fernando;
- Tia Nastácia - Dorival Caymmi;
- Passaredo - Chico Buarque e Francis Hime;
- Emília - Sérgio Ricardo;
- Tio Barnabé - Marlui Miranda, Jards Macalé e Xico Chaves.

Vale a pena conferir artigo falando sobre a trilha sonora original no endereço:

http://www.overmundo.com.br/overblog/sitio-do-picapau-amarelo-trilha-sonora-original

Em 2001 as canções antigas foram regravadas e ganharam novas versões nas vozes de Ivete Sangalo, Pato Fu, Zeca Pagodinho e Jota Quest, por exemplo. Novas composições foram feitas ampliando o repertório do Sítio e trazendo novos compositores como Jorge Vercilo e Lenine.

Com tanta música boa vamos ter uma bela apresentação!


Falando de Rosas

Estava procurando uma cantiga para as crianças dançarem na festa junina da escolinha. Esta música é uma graça e neste arranjo ficou melhor ainda. Apreciem!